Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A equipa B

por Trinco, em 06.02.17

João-de-Deus1.jpg

 

A equipa B neste mandato, será porventura o exemplo mais acabado do desnorte que são as políticas desportivas e de formação desta administração.

 

Em 2013/2014 a equipa B num grupo onde apareciam Rúben Semedo, Ricardo Esgaio, Wallison Mallman, Filipe Chaby, Eric Dier, Francisco Geraldes, João Mário, Palhinha e Iuri Medeiros, a administração adquire Sambinha, Hugo Souza, Everton Tiziu, Lewis Enoh, Ousmane Dramé e Matias Pérez e torna-a um depósito do desperdício da equipa A, com Welder, Iván Piris, Shikabala e Salim Cissé entre outros. Orientado por Abel Ferreira, que assume a prefencia na utilização pelo produto de Alcochete, acaba ainda assim a II Liga em 9 lugar, a 9 pontos do campeão Moreirense. Dos contratados apenas Sambinha permanece contratualmente ligado ao Clube

 

Em 2014/2015, onde à maior parte dos jovens da formação referidos anteriormente se juntam, Daniel Podence e Gelson Martins, entram Jorge Santos, Ryan Gauld, Hadi Sacko e Jorge Silva e mais uma vez a equipa é plataforma para despejo das contratações falhadas desse ano. André Geraldes, Ramy Rabia e Salim Cissé fazem mais jogos nesta equipa que naquela para que foram contratados, contando ainda a mesma com vários outros perdidos da equipa A. Classifica-se, mais uma vez baseada na utilização dos jogadores da casa em 5º a 3 pontos do Tondela. Gauld e Sacko mantém o vinculo ao Clube

 

Em 2015/2016, o prémio de ter ficado a 3 pontos do 1º classificado para Abel Ferreira é ver-se despedido no dia a seguir ao 1º treino sendo substituído por João de Deus, um treinador de 38 anos na altura, com uma carreira iniciada como preparador fisico e um percurso de treinador pouco relevante e acima de tudo sem grande pendor formativo. Com a mesma mistura demasiado heterogénea, entram Murilo de Souza, Tomás Rukas e o pouco entendivel regresso a meio da época por empréstimo de Betinho que tinha saído no inicio da mesma. Nenhum dos 3 está presentemente nos quadros do Clube, tendo a equipa classificado-se em 10º lugar a 21 pontos do FC Porto B e 11 pontos acima da linha de água, muito por culpa de um final de campeonato menos tremido e com recurso preferencial aos jogadores formados pelo Clube, depois de ter andado nessa zona na classificação muito tempo.

 

Em 2016/2017, igualmente com João de Deus, invertendo a preferência pela origem dos jogadores, a equipa B vê entrar 16 jogadores. Federico Ruiz, Eduardo Pinheiro, Diogo Nunes, Ricardo Guimarães, David Sualehe, Fidel Escobar, Leonardo Ruiz, Budag Nasyrov, Liam Jordan, Ricardo Almeida, Bilel Aouacheria, Boubakar Kouyaté, Pedro Delgado e mais recentemente Gelson Dala, Ary Papel e Merih Demiral. Destes, alguns já foram emprestados a outros clubes e não menos de 4 estão emprestado por outros clubes ao Sporting. A equipa encontra-se à 25ª de 42 jornadas no 19º lugar a 30 pontos do líder Portimonense e 2 abaixo da linha de água.

 

Em resumo, num Clube que diz apostar na formação, em 4 épocas, entraram 39 jogadores para a equipa B e 9 dos contratados para a A, fizeram mais jogos por esta equipa que por aquela que motivou a sua contratação. Dos 13 jogadores contratados especificamente para a equipa B nas primeiras 3 épocas deste mandato, apenas 3 permanecem ligados contratualmente ao Clube e dos 9 contratados para a equipa A que fizeram mais jogos da equipa B, apenas 1 ainda permanece com vinculo ao Clube.

 

Se isto faz sentido, num Clube que forma e faz a transição para sénior de jogadores como Mauro Riquicho, Rúben Semedo, Tobias Figueiredo, Eric Dier, Michael Pinto, João Mário, Filipe Chaby, Wallyson Mallmann, Edelino Ié, Matheus Pereira, João Palhinha, Ricardo Esgaio, Iuri Medeiros, Carlos Mané, Daniel Podence, Domingos Duarte, Francisco Geraldes, Fábio Martins, Gelson Martins, Luís Eloi, Ivanildo Fernandes, Rúben Ribeiro, Rafael Barbosa, Bubacar Djaló, Cristian Ponde, Ronaldo Tavares, Pedro Empis, Bruno Paz, Elves Baldé, Ronaldo Tavares ou Pedro Marques, deve me estar a falhar alguma coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:45


1 comentário

De Não me deixem cair a 06.02.2017 às 10:18

Esta Direcção nunca fez a mais pequena ideia do que é uma equipa B. Mais ou menos ao mesmo nível do projecto da equipa A: Nunca existiu!

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D