Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A crise, a dívida e o défice

por Trinco, em 06.02.17

habito-do-adiamento-ndash-5-dicas-para-abandona-lo

 

São palavras do quotidiano português.

 

Plasmados das realidades nacionais, são também conceitos da vida do Clube há várias décadas, contaminando por capilaridade bem além dos meros conceitos económico-financeiros

 

O Sporting está sempre em crise. Há sempre uma a decorrer e muitas outras no horizonte. São vendas de património, reestruturações atrás de reestruturações, obrigações e VMOCs a vencer. Depois há as auditorias, as contas consolidadas, o passivo sempre a subir. E os resultados que falham, os jogadores que ficam aquém e os treinadores que não percebem o que é o Clube. E quando a coisa acalma, tratamos nós de criar as crises, falhando compromissos, abrindo guerras com tudo e todos ao mesmo tempo, vingando as frustrações com perseguições internas

 

O Sporting está sempre em dívida. Deve aos bancos, escorrega na tesouraria. Deve aos sócios, deve à formação. Fica sempre aquém do que promete e se compromete. Deve à lógica e ao racionalismo gastando mais do que o que pode. Deve à honra e memória da sua histórias de mais de cem anos. Deve demasiadas vezes ao lema e aos princípios fundadores.

 

O Sporting está sempre em défice. Corre sempre atrás. Atrás dos resultados, atrás da evolução dos outros. Chega sempre em défice. E até quando se demonstra inovador, depressa sente a falta de se sentir em défice e cristaliza na sua evolução. Está em défice de educação, em défice de respeito, em défice de elevação e saber-estar, em défice de conhecimento, em défice de perceber o seu caminho e em défice de perceber que é um Clube desportivo, enredado que gosta de ficar em "tomatinas" de politiquice e intriga.

 

E tudo isto tem como resultado outro conceito. O conceito de adiamento. O Sporting é, há várias décadas, um Clube permanentemente adiado. Um Clube que teima em parecer ter medo de assumir o seu potencial e os seus princípios. Que elogia o erro e se auto-limita. Que prefere a ilusão à realidade. Que prefere o de fora ao de dentro. Que prefere esperar a fazer. Que prefere sempre a continuidade àquilo que o obrigue a ter que pensar e agir. Que prefere acreditar no que contam a tentar saber a verdade. Que prefere ser cópia a ser original. Que prefere olhar para fora a olhar para dentro. Que prefere esperar pelos sebastianismos salvadores. Que se adia de dia para dia até um dia deixar de o ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51


3 comentários

De comentador desportivo a 06.02.2017 às 20:35

Títulos de campeão entre 1939 e 76

Em trinta e sete anos o Sporting conquistou quatorze títulos.

Títulos entre 1976 e 2016

Em quarenta anos o Sporting conquistou 4 títulos.

A análise que tenho feito á algum tempo é que o clube tem um grande problema com os adeptos, os adeptos agem segundo os seus estados emocionais, e boicotam o trabalho dos profissionais.
O Sporting não pode estar refém das claques.
Os números não deixam dúvidas, até á existencia de claques o Sporting tinha quatorze títulos.
Depois só ganhou 4.
Os adeptos começaram a imiscuir-se em demasia no clube, e o resultado está aí.



De Não me deixem cair a 07.02.2017 às 10:49

Até há muito pouco tempo a questão do adiamento, como outras, só dependia dos associados. Os mesmos associados que depois de mais de um século de SCP se decidiram por um expert em expedientes. Pelo menos acabaram-se as interrupções de mandatos. Agora até no fim do mandato há tempo para dar um passo atrás e dois à frente...

De comentador desportivo a 08.02.2017 às 10:47

O clube está "refém" duma espécie de paranóia.
Qual o clube do mundo que é gerido pelas claques!?
Qual!?

Mas está tudo doido!?
Então, mas são as claques que gerem um clube!?
Ainda para mais um clube da dimensão do Sporting!?

Como se isso já não fosse uma "loucura" o indivíduo que lidera esse processo é um indivíduo que tem um rasto de falências!?

Como é que se pode dialogar ou apresentar propostas, quando a alucinação não permite verificar estas situações óbvias!?

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D