Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Boa Nova

por Lizardo, em 10.02.16

william e adrien.jpg

 

Renovámos com duas das principais peças e com dois dos principais símbolos do nosso Sporting, Adrien e William Carvalho.

 

Dois jogadores que merecem a nossa consideração e o nosso reconhecimento, pois não só defendem a camisola em campo como poucos, como representam a nossa identidade, a nossa capacidade de formar grandes jogadores desde tenra idade até chegarem a um patamar de grande evolução e de grande aproveitamento, seja no Clube seja na nossa Seleção nacional.



Com muita pena vimos sair Cédric, que também merecia e deveria continuar de verde e branco vestido. Um jogador com muitos anos de Sporting e que era uma bandeira e um exemplo para os jovens da formação. Tivesse agora em processo de renovação de contrato, depois do episódio Carrillo, e talvez tivesse outra sorte.



Posto isto, ganhamos com estas renovações mais margem negocial para o futuro. Pois ambos os jogadores têm qualidade para dar o salto para Clubes que disputam outras ligas mais competitivas, apesar de querer ver os dois por muitos e mais anos em Alvalade. Acho que essa é a vontade de muitos, mesmo os que ontem continuavam a criticar o que é “português” e de “Alcochete”.


A nossa equipa muito depende da formação, Patrício é um santo milagreiro, Esgaio pode e deve tentar ganhar mais minutos, Tobias e Semedo merecem as oportunidades que estão a ter, João Mário, William e Adrien dispensam apresentações e Mané, Gelson e Matheus estão a crescer, apesar de Mané merecer, na minha opinião mais minutos e ser uma aposta muito mais constante. A JJ pertence o futuro. Ele é o obreiro do presente.


Hoje sai a notícia de mais um desaguisado entre Schelotto e JJ. Acho que a Comunicação Social tem vindo a tentar criar um problema desde o primeiro dia entre os dois. Algo se passará com toda a certeza. No excesso terá sido uma contratação à “lambuça”, como muitas no passado, chegou para agradar a uns sem dar troco a quem decide. Nada mais nada menos. Está de saída?  Se sim, acho que a explicação “contratado à experiência” não chegará para explicar aos sócios este flop. E a este junto também o problema Paulista, que muita tinta já fez correr devido à forma como chegou “emprestado” a Alvalade.



Voltámos a perder pontos em Alvalade na passada segunda-feira contra um Rio Ave sempre complicado. As equipas de Pedro Martins têm uma identidade e uma personalidade muito própria. Um treinador português, e dos bons, a par de Paulo Fonseca, dos melhores da nossa Liga.


O jogo foi fraco, uma equipa nitidamente fechada num sistema de jogo que depende e muito da frescura física e da capacidade psicológica para superar as adversidades. Com um apoio fenomenal das nossas bancadas, esta equipa do Sporting não acusa ansiedade nem pressão, estes chavões não pegam. A nossa equipa é composta por jogadores com muita experiência, temos sim um défice de soluções. E numa altura decisiva da época, a saída de Montero por tuta e meia não foi um simples tiro no pé, foi uma bomba que abalou o nosso setor atacante, ficando Slimani só e sem uma grande ameaça de concorrência. Barcos, que não jogava desde 31 de Outubro estreou-se. É demasiado cedo para tecer comentários sobre ele e até sobre Coates, que na defesa se destaca pelo porte físico. Na Madeira teremos mais “apontamentos” para avaliar este Central.


Em suma, depois do furacão Slimani e depois da frustração Rio Ave, temos duas renovações importantes e a contratação de Spalvis. Acalma um pouco a tempestade, mas estamos muito longe da primavera.

Em breve, teremos também mais uma guerra contra o manto protetor, que terá obrigatoriamente que revelar nomes e fotos de dirigentes da FPF, LIGA e da APAF. Se queremos ir à guerra a sério, que se apresente à opinião pública quem redige e quem controla. Tenhamos coragem de ir à luta olhos nos olhos e não sentados na poltrona a lançar postas de pescada no facebook.


PS: A semana que passou foi de um desnorte terrível para Bruno de Carvalho. Os posts sucessivos na sua página de Facebook foram de um nível incinerador. Assim não vale Presidente. Para lixo basta o futebol que tanto critica. Não queira fazer parte desse futebol também.



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58


2 comentários

De Leão Zargo a 10.02.2016 às 19:10

Lizardo
A importância dos jogadores made in Alcochete é menosprezada por alguns de nós. Infelizmente. A matriz do Clube passa muito por eles e nos nossos piores anos eles disseram presente.
Se recuarmos muito tempo encontramos jogadores da Formação na equipa do Sporting. Curiosamente, foi Szabo e o director Alfredo Perdigão que, em 1939, projectaram e criaram no Sporting a primeira escola de futebol em Portugal.
A identidade da equipa passa por eles, inevitavelmente. Já agora, podemos reflectir se uma das razões da crise no FC Porto não é precisamente o abastardamento da identidade da equipa deles.
No mínimo, podem-se fazer contas e recordar o impacto que as transferências de jogadores da Academia tiveram nas finanças do Clube. O BdC bem o sabe: Bruma, Illori, Dier, Cédric…
Um abraço leonino

De comentador desportivo a 11.02.2016 às 21:02

São dois jogadores que não simpatizo, mas compreendo a renovação, e o seu timing, numa semana em que assinou pelo rival, a maior pérola do sporting, situação que noutros tempos aquando do governo sombra, valeria uma grande lista de ofensas, por parte da propaganda do governo sombra, e convocação de eleições antecipadas, com tiradas do tipo, pelos superiores interesses do sporting temos que tirar esta gente de lá.
Mas agora está tudo bem segundo a propaganda do outrora governo sombra, que agora já não está na sombra. Dizem, não têm que se preocupar, está tudo sobre controle, vocês estão sob controle, e os vascos acenam que sim com a cabeça.
Agora os superiores interesses do clube foram colocados "numa caixa" e escondidos, pela mesma máquina de propaganda que antes "acenava" com eles para os vascos.
Agora os superiores interesses são os bolsos de alguns.
Noutros tempos eram apelidados pela máquina de propaganda de, ladrões, chulos, croquetes, e outros nomes que faziam eco na mente dos vascos, ainda que eles não fizessem a menor ideia do que lhes estava a ser dito.

Em relação aos jogadores futebolísticamente são jogadores úteis, mas não são craques.
Têm tido alguma condescendencia por parte dos árbitros, pois são jogadores muito faltosos.
A mais valia que eles apresentam é o facto de correrem muito, são jogadores que fizeram jogos acima dos 12, 12,5 km o que faz levantar suspeitas.
Por isso a lesão de um deles, se vocês se recordam foi diagnosticado fractura de stress, que descodificando significa que o corpo foi induzido a dar mais do que ele tem de forma natural para dar.
Também pode-se ter essa lesão de forma natural, mas penso não ser tão comum.
Depois vieram com fait divers da seleção, e os vascos acenam com a cabeça.
Para não me alongar mais, dois jogadores úteis que fisicamente equilibram a equipa.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D