Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



À 3ª foi de vez

por Trinco, em 22.11.15

futebolsenioresjogobenfica_0.jpg

 

Ao contrario do que foi sendo propagado pela comunicação do Clube, dando a sensação fanfarronica de ao não haver 2 sem 3 a vitória seria algo de garantido, mantendo-me pela via dos adágios populares, o que me interessava mesmo é que à 3ª fosse de vez.

 

Que à 3ª se vencesse, indiscutivelmente, sem sombra de dúvidas e com evidente superioridade. Que à 3ª se produzisse jogo que tirasse as dúvidas sobre os acasos de sorte, nos lances e nos jogos. Que à 3ª, não fossem os casos ou os lances duvidosos a ter relevo. Que à 3ª se tivessem certezas, ou mais perto disso.

 

E isso para mim, apesar dos queixumes do adversário aconteceu.

 

Fizemos de longe os melhores 45 minutos da época, demonstrando enorme superioridade e reduzindo o adversário, naquele período, a uma banalidade que não lhe é real. Fomos nós que a causámos. Depois de uma 1ª parte surpreendidos e à procura de perceber o que o adversário fazia, leituras e opções acertadas transformaram o jogo. E nem as alterações forçadas foram constrangimentos. Apenas, naturalmente, a componente física impediu a continuação de toda a intensidade de jogo vivida naqueles longos 1ºs minutos deste tempo. E mesmo tendo sido, possivelmente o mais equilibrado dos 3 jogos, foi aquele em que mais vi o Sporting. Mesmo com problemas físicos, mesmo alguma escassez de profundidade e opções.

 

Do adversário, que continue a errar, mas que evite os erros grosseiros de análise pós-jogo e que evite manter em campo jogadores com traumatismos cranianos. E que já agora se escuse de relacionar a derrota, com os lances que provoquem essas mesmas mesmas lesões.

 

Da nossa parte, que se regresse à terra, que não se entre em euforia, que não se encha o balão, que não se entre em fanfarronices e provocações (bem, mais um dia de Schadenfreude não faz grande mal e no deve e haver destas contas ainda temos muito crédito) e que se tenha a consciência real do que somos, do que temos e do que valemos.

 

P.S. E ja agora, que os acertos de mercado de Inverno sejam acertados, nas entradas, e especialmente nas saídas (qualquer saída nos 3 do meio campo será preocupante, para não usar, hoje, adjectivação muito carregada), e que os mesmos acertos acrescentem e não reduzam à nossa qualidade e capacidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59


1 comentário

De comentador desportivo a 22.11.2015 às 20:43

Análise certeira.
Eles entraram melhor, mas depois equilibramos.
Entraram em grande intensidade, mas duraram pouco.
A partir dos 15, 20 minutos, começamos a equilibrar, e depois encostamos eles ás cordas, eles acabaram a primeira parte encostados ás cordas,adivinhava-se o golo.
Em relação á arbitragem, á alguns lances que passaram incólumes.
O primeiro uma entrada violentissima, e perugia do nosso avançado, sobre o Júlio César, poderia ter visto o vermelho, aquilo não é nada, é uma agressão disfarçada de pé alto, em riste.
Depois o lance com o Rui, em que ele desvia as mãos mas toca claramente no jogador deles, com o a barriga, peito.
É um lance que impede a progressão do adversário, ainda que o toque seja ligeiro.
Basta um pequeno toque para se perder o golo numa lance destes, são toques aparentemente subtis, mas sabemos bem que são o suficiente para desequilibrar o adversário.
Depois o penalti claro do grego sobre o nosso avançado.

A taça serviu para concluir que o nosso campeonato é um logro.
Apesar de toda a propaganda e tentativas de credibilização, verifica-se, não só de agora, que o nosso campeonato tem baixíssima qualidade.
Quase todas as equipas do primeiro escalão, tiveram enormes dificuldades com equipas de escalões muito inferiores. O terceiro classificado da liga não consegue ir ganhar durante os 90 minutos a uma equipa que está a meio da tabela da segunda divisão. Á excepção de um, os restantes jogos foram todos equilibrados, com vitórias pela margem minima ou prolongamento. O fcp é a única equipa realmente de qualidade, com um plantel de acordo com os pergaminhos do clube.

Comentar post



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D