Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ratings?

por Lizardo, em 29.01.16

a7d45cd67cdf0aca6bb4a290fa2e1e3d.jpg

 

 

Hoje, depois da leitura matinal dos jornais e de uma viagem pelas redes sociais, levou-me a questionar se o Sporting tem em seu poder estudos de notoriedade e de afetividade por parte de Sócios e Adeptos em relação à atual Direção e em especial à figura e desempenho de Bruno Azevedo de Carvalho.

Quase três anos passados da sua eleição, muitos foram e são ainda os casos que alimentam as conversas entre Sportinguistas, Analistas e Jornalistas.

Falando a título pessoal existe no círculo próximo de amigos cada vez mais uma divisão sobre o mérito ou o “desmérito” parafraseando Jorge Jesus em relação ao Presidente.


Muitos são o que lhe reconhecem mérito só por respirar, muitos envergonham-se só por saber que respira.

 

E estando nós a entrar num ano decisivo e cada vez mais próximo de novas eleições, acredito piamente que esta Direção terá já em seu poder números que possam revelar se os Sócios estão mais perto do Clube, que faixas etárias se aproximaram e quais se afastaram, e que previsões e avaliações são possíveis fazer sobre esses indicadores.

 

Como disse no início deste texto, comecei a manhã a ler os jornais, novidades zero, nomes de hipotéticos jogadores, processos de Clubes rivais contra o Sporting, hipótese de Sócios processarem o Presidente, entre outros assuntos, na sua maioria extra-futebol.

Mas o que me faz escrever este texto foi um post do ilustre Tony Bessone Basto, grande figura do nosso Centenário Clube e grande campeão, Pessoa que personifica em toda a sua história desportiva o nosso lema: “Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting”.

Post esse que é um texto de um outro associado, já por mim lido na altura e que agora parece recolher muitos mais apoiantes que na época. Indicador evidente do descontentamento de grande parte dos Associados, em especial os mais antigos e que mais sentiram o Clube na sua vida, e em especial nos momentos mais complicados da nossa história, onde destaco a década de 80 e a de 90.

Caro Presidente do Sporting Clube de Portugal

Dr. Bruno de Carvalho
Ou melhor,

Caro Bruno de Carvalho
Espera, é melhor mesmo tratar-te por tu.

Em primeiro lugar porque somos praticamente da mesma idade, depois porque frequentámos os mesmo locais durante a nossa adolescência, estivemos juntos na Juventude Leonina na época dos irmãos Rocha e estou certo que temos o mesmo amor e adoração pelo nosso clube de sempre o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.


Temos o mesmo nome, somos (segundo julgo saber) formados em gestão do Desporto …


No que diz respeito ao nosso clube, talvez a única coisa que nos distinga é o facto de durante mais de 15 anos da minha infância e juventude ter representado o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL como atleta, e por isso ainda hoje ter bem presente o que significam as palavras: ESFORÇO, DEVOÇÃO, DEDICAÇÃO E GLÓRIA … EIS O SPORTING.


Não me parece, atendendo á tua fisionomia, que alguma vez tenhas tido a possibilidade ou mesmo a honra de sentir o que é defender e lutar pela camisola do nosso SPORTING CLUBE DE PORTUGAL sem qualquer contrapartida que não fosse o real amor pelo nosso clube.


Mas peço-te desculpa se estou enganado.


Mas quem representou o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL sabe e conhece o que significa HONRA, COMPROMISSO, conhece ainda o VALOR DA PALAVRA e até pelas “lutas” que travou na competição, sabe ainda que somos diferentes e nos distinguimos dos nossos adversários pela forma de estar e sentir o Clube.


Talvez por isso, e só mesmo por esse motivo, consiga entender que tu não percebas o que é LEALDADE, o que é TRABALHAR EM EQUIPA, e acima de tudo não consigas compreender que ações do tipo “chico esperto” não são dignas de quem, como tu, está na posição de presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.


Acredita que estou estupefacto com o motivo que arranjaste para dispensar o treinador do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, Marco Silva.


Despedimento por JUSTA CAUSA !!! Por não ter vestido o fato oficial do clube !?! Por faltar a uma reunião !?! A sério !!! Depois deste técnico ter conseguido conquistar a Taça de Portugal.


Como Sportinguista estou envergonhado !


Nem o Luís e o Jorge, presidentes dos clubes de Carnide e das Antas, tiveram a coragem de nos inúmeros anos que levam à frente dos seus clubes de chegar tão longe, e olha que ambos já conquistaram muitos títulos, coisa que tu só conseguiste agora pela mão desse “incompetente” Marco Silva.


Não está sequer em causa a contratação de mais um funcionário para o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL como o Jorge Jesus, apesar de não lhe encontrar qualquer qualidade pessoal, reconheço a sua competência profissional e até acho que te pode ajudar a gerir o nosso Clube.


Mas por favor deixa de te comportar como “membro de Claque” e assume o papel de Presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, essa “brincadeira” de andares às cavalitas dos jogadores e vice-versa, não te fica bem, não é digna de um presidente dum clube com a História e o Prestigio do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL. Atitudes como as que estás a ter agora não dignificam a imagem do nosso clube.Tu não percebes nada de Futebol e por isso é que te dás ao trabalho de contratar pessoas que julgas com qualidades para gerir essa área, não inventes e não te metas armado em adjunto de bancada.


Um presidente do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL assume os seus atos SEMPRE, e não se esconde atrás de advogados e colaboradores. Entendo por isso como um ato de cobardia o facto de não teres estado presente na reunião em que resolvestes acabar o vínculo contratual com um teu funcionário. 


E olha que a tua idade e inexperiência não serve para desculpar a falta de carácter que revelaste neste assunto.


Limita-te a gerir o clube e direcionares os teus esforços, como parece que és competente, em angariar dinheiro para que o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL tenha um dos treinadores mais bem pagos do mundo.


Depois das notícias de hoje acredita que fiquei bastante mais confiante que o Pavilhão vai ser mesmo construído, aliás peço-te que pares já com a campanha de angariação de fundos “Missão Pavilhão”, porque até é pornográfico estares a pedir aos sócios e simpatizantes que ajudem quando estás tão folgado no que diz respeito a contratações. Da minha parte podes ter a certeza que não contas com mais nenhum cêntimo para esse fim.


Mas Bruno, tu não és o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, estás nesse cargo para servir o nosso clube, estás de passagem e terás que te esforçar para no mínimo não envergonhar os sócios que como eu sentem este clube há mais de 40 anos.


Neste momento não estás a ser digno do lugar que ocupas e o mínimo que deverias ter feito nesta situação era teres-te comportado como um HOMEM. Assumias que o Marco Silva não fazia parte dos teus planos, despedias o Senhor com a respetiva indeminização, e contratavas o treinador que bem entendesses.


Isso sim era de HOMEM!


Mas infelizmente, assim não foi, tenho pena, muita pena mesmo, por ti, que poderias vir a ser recordado no futuro como aquele que realmente mudou o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL mas que vais ser recordado como o garoto sem carácter e sem classe que saiu diretamente da claque para a cadeira de presidente.


Tenho mesmo pena …

 

Bruno de Almeida

Sócio do SPORTING CLUBE DE PORTUGAL 
Nº 12529"

 

 

Este texto foi visto por mim hoje pela manhã em vários perfis de vários Sportinguistas. O que me deixou mais perplexo foi a concordância de uma grande maioria ao que está escrito. Ainda para mais, gente que mudou de opinião, pois este texto, como o seu conteúdo revela, não é atual.

 

O Sporting está em constante mudança. Os Sportinguistas querem e exigem mudança. Mas há vários tipos de mudar, ou se muda para melhor ou se muda para pior. E atualmente há muita gente a duvidar da mudança deste “novo Sporting”.

PS: Amanhã vamos encher Alvalade. Jogo importante, mais uma final a caminho do título que tanto e todos ambicionamos. Que seja um jogo bem disputado, limpo, sem casos e que no fim vença o melhor. O Sporting pois claro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

Exemplo

por Trinco, em 28.01.16

12592773_10153246412091555_8178596740016864023_n.png

Imagem acompanhada do texto "Podes levar cábulas para o exame de sábado!" na página de facebook do Clube.

É com estes exemplos oficiais de aceitação e promoção da batota que devemos formar os nossos filhos dentro do Sporting?

 

P.S. O que terá o Match Sponsor a dizer sobre isto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42

mock.gif

 


Esta semana tem sido pródiga em notícias e provocações ao nosso Sporting.
 
É o caso Carrillo que volta a ganhar destaque, depois de surgirem imagens de uma suposta reunião com Filipe Vieira.

É o árbitro nomeado para o jogo com o Arouca, depois da exibição miserável que fez recentemente num jogo para a Liga.

É o arquivamento dos Vouchers.

É o processo de inquérito à agressão de Slimani a Samarias.

É a comunicação social, quase toda ela, a debitar opiniões sobre o Presidente.

São os jogadores quase contratados que depois assinam pelo F.C.Porto.

É evidente que tudo acontecer em tão curto espaço de tempo é uma notória provocação ao nosso Sporting, e em especial à figura de Azevedo de Carvalho.


A forma como o Presidente tem gerido estes dossiers, e em especial, a forma como se tem relacionado com os agentes desportivos e a comunicação social, não podiam originar outra resposta se não esta.


A verdade é que continua a ser fácil, demasiado fácil, bater no Sporting. E neste caso, mais que bater, gozam na nossa cara. Gozam na nossa cara, em nossa casa. Gozam na nossa cara, olhos nos olhos diariamente nas televisões. Gozam na nossa cara minuto a minuto nos jornais e noutros órgãos de comunicação.


Mas a questão que aqui se coloca é se estão a gozar com o Sporting ou com os Sportinguistas?

Será que a enorme massa adepta e Sócia desta Instituição Centenária não merece respeito? Por muito que queira acreditar que nos considerem mansos, não posso também deixar de constatar que nos respeitam em parte, pois somos realmente únicos no panorama desportivo. Basta olhar para as assistências nos jogos fora e facilmente entendemos que o Sporting continua a mobilizar muitos adeptos para encher campos e estádios por este país.

Então com quem goza Pinto da Costa, Filipe Vieira, Vitor Pereira e outros envolvidos no fenómeno? Com Azevedo de Carvalho.

Pensar que cuspir para o ar é criar condensação e que o escarro se transforma em vapor é digno de gente que não tem experiência para ir à guerra.

Nestes casos, e praticamente em todos, a langonha tem caído em cima do Presidente.

Com muita pena nossa, e o que todos deveríamos censurar, é que, mais que sair prejudicado nas suas guerras, prejudica o bom nome do Sporting e envolve os Sócios e Adeptos numa querela que não temos muita bagagem para debater. Para não variar, nós, vamos sendo apontados e ridicularizados no nosso dia-a-dia à conta das tonterias de um louco que se considera dono da Atmosfera e que vive na Estratosfera. O problema -é que é- na Terra que se resolvem os problemas, olhos nos olhos, e nos locais próprios, onde se escusa a ir e a debater com quem deve debater.

Continuar este regime de agressão é continuar a perder credibilidade e notoriedade junto dos associados.

Continuar a perder casos e mais casos, é cavar um buraco cada vez mais rídiculo.

Continuar a ter um tom jocoso e agressivo é revelar que não tem arte nem sapiência para resolver os assuntos e temas com elevação e realmente mostrar o poder que o cão que não ladra consegue resolver só com a sua presença.


Infelizmente, o Sporting de hoje é um Clube, ao contrário do que se apregoa aos sete ventos, gozado e pouco respeitado. Metemos medo? Estamos efetivamente em primeiro, e ficou provado que facilmente nos vão conseguir tirar desse lugar.


Infelizmente, e repetindo, ao contrário do que se apregoa, pouco mudou na imposição de força e respeito do nosso Sporting. Perdemos demasiados anos no passado, fomos coniventes com muitos processos e adormecemos à sombra dos interesses comuns. Mas atualmente, não há arte nem engenho que nos consiga devolver esse status de força e de imposição nos órgãos decisores, muitos deles, votados e escolhidos por nós mesmos.

Gozam com o Sporting? Não! Gozam com o Presidente.


PS: Por cada minuto de tempo de antena que Carlos Dolbeth tem no nosso Canal, um novo Sócio ou Adepto se afasta do Clube. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:37

All-in

por Trinco, em 27.01.16

poker-all-in.png

 

Finalmente assume-se!

 

À medida que os objectivos vão caindo, salienta-se sempre o que está intacto, que por sinal também é o mais desejado. Todas as perdas são relativizadas com esse objectivo.

 

E é neste que se joga o All-in que referi no inicio da época. Um All-in de risco óbvio, mas para o qual não jogámos a nossa mão de maneira a potenciar as nossas possibilidades.

 

Foram as estratégias de confrontação com árbitros e estruturas (que é diferente de defender os interesses do Clube) que nos levam constantemente a temer represálias;

Foi a antagonização de agentes, empresários e clubes (que é diferente de defender os interesses do Clube) que nos levam a uma dificuldade extrema de concretizar negócios;

Foram provocações a adversários (que é diferente de defender os interesses do Clube) que apenas tiveram o condão de (re)colar fortemente algo que estava em cacos;

Foram lapsos de politica desportiva que fazem que, de um plantel extenso de 28 jogadores, 9 dos quais contratados no decurso deste época, se extraiam, com boa vontade, 15 ou 16 jogadores úteis e que ainda assim persistam deficiencias e lacunas evidentes que se querem corrigir agora à pressa.

 

Espero que tenhamos, no fim da época, um Royal Flush na mão para mostrar à mesa!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:48

Reforços do inferno ou de inverno.

por Lizardo, em 26.01.16

gauld.jpg

 



Na época passada gritava o Presidente Azevedo de Carvalho pelos corredores e pela pasquinagem que tanto o ajuda a autopromover ruído de sua conveniência, que os reforços estavam na Equipa B.

Equipa B essa que na época passada tinha um conjunto de jogadores formados com muitos anos de Sporting, e um outro grupo, de rapaziada contratada para as obras do Pavilhão, mas que se enganaram na porta, fizeram exames médicos, passaram e assinaram contrato, como o Cissé, Sacko, Rabia, Sarr, Shickabala, Geraldes, Enoh, entre tantos outros que se vão perpetuar pelos nossos pesadelos durante muitos anos.

Na época dei razão a Azevedo de Carvalho, estava na Equipa B realmente muita qualidade, como Rúben Semedo, Wallyson Mallman, Yuri, Palhinha, entre outros que este ano já habitam no balneário de Jorge Jesus como: Gelson, Matheus, Esgaio e Tobias Figueiredo.

Este ano a Equipa B é o afirmar de uma desgraça anunciada. Pouca qualidade, poucas soluções, resta-nos ir buscar o que de bom emprestámos, como Palhinha e Yuri, Rúben Semedo e quem sabe Wallyson Mallman. Temos uma lacuna na frente de ataque na Equipa A, e aí sim deveríamos ir procurar um reforço, reforços esses que parecem cada vez mais complicados de negociar, seja por quem for, desde os nossos empresários, mandatados ou outros curiosos, quando chega a hora de negociar com o Sporting, o negócio aborta.

E por falar em abortar, Azevedo de Carvalho este ano não comenta a equipa B, não se vangloria com Gauld ou com Dramé, não destaca as enormes exibições de Cissé ou de Samba (que já foi recambiado para bem longe)?

A Equipa B e a nossa Equipa de Juniores revelam que no futuro imediato não vamos ter Williams ou Patrícios, Gelsons ou Adriens, e muito menos vamos ter Carriços ou Quaresmas, e nem pensar em Ronaldos.

A formação caiu e muito de qualidade, e a Equipa B é hoje um “projeto” sem eira nem beira, uma equipa composta por renegados sem motivação. E as exibições e a classificação são disso espelho e fato constatado.

Em Juniores estamos em primeiro. Mas o que interessa é a fase de apuramento de campeão. E para muitos que seguem a formação, o que realmente interessa é constatar se há qualidade a rodos, como havia antigamente, certezas que o Sporting ia retirar e explorar nos relvados passado uns anos. Qualidade que hoje é uma miragem em Alcochete. 

É tempo de olhar para muita coisa, em especial para a coerência que não se tem, pois o Presidente não pode mudar de discurso para se autodefender. Tem que saber. E cada dia que passa, mais cai a máscara. Esperamos todos que a fatura a pagar não seja muito elevada.

Os reforços estão B? Não amigos, estão eternamente a chegar, para gáudio de muito soldadinho.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Mercado e Planificação

por Trinco, em 26.01.16

Exit-by-Rones.png

 

Todos os Janeiros é a mesma coisa. Catadupas de nomes, uns inventados, outros plantados, outros tentados, outros falhados, outros contratados...

 

Um mercado muito condicionado nas ofertas, apenas interessante para clubes ricos. Os outros tentam corrigir ou suprir falhas na medida das suas possibilidades e na consciência, espera-se, que este mercado raramente produz transformações radicais que sejam decisivos na conquista dos objectivos de cada equipa. O Sporting já teve uma brilhante e feliz excepção, mas a regra mostra que os reforços de Janeiro não são os "salvadores da pátria".

 

Ainda assim, este é mais um período em que os treinadores de FM, deliram, compram e vendem, refazem planteis inteiros, e, no caso do Sporting, valorizam sempre os perspectivados reforços demolindo-os logo a seguir caso não se confirmem...

 

Neste ciclo, o Sporting já contratou 3 jogadores. Um que não entendo (Schelotto), nem mesmo que me tentem enfiar olhos dentro os "custo zero" e os "riscos reduzidos", um sobre o qual tenho reticencias (Bruno César), mesmo com o que já jogou e decidiu e outro no qual tenho esperanças (Marvin) mas para as temporadas seguintes. Fala-se de mais um ou dois jogadores. Um central e um "Slimani", posições que são necessárias desde a formação do plantel e que estas sim poderão ter algum impacto no desenvolvimento desportivo da época.

 

Deste mercado, o mais importante, para mim, acaba por ser o assumir-se que não sai ninguém de fundamental. Acredito mesmo que venha a ser assim. Aliás, é uma aposta de pouco risco. A equipa está a jogar e a liderar, mesmo que não consiga ganhar a Liga, por certo não acontecerá uma hecatombe que os desvalorize de maneira assim tão acentuada. Por outro lado, a perspectiva de valorização e sobretudo de mais-valia desportiva é muito interessante e tentadora. No fundo, o risco é claramente ultrapassado pela perspectiva de ganhos. E ainda há um europeu à porta!

 

Mas, ao assumir que ninguém dos fundamentais sai agora, deixa implicitamente a ideia que no verão, será difícil resistir às propostas que seguramente surgirão. E a SAD precisa destas receitas. O que me preocupa, e não é preocupação decorrente deste período de transferências especifico, é não ver preparadas alternativas a esses fundamentais a serem trabalhadas no contexto do plantel para assumirem a curto prazo essa transição. O que me preocupa é não ver planificação a prazo que permita essas transições com a menor turbulência possível.

É não ver alternativa a Rui Patrício, pois seguramente não será Marcelo que até se diz que vai sair e duvida-se que venha a ser Jug que até agora não passa de 3ª opção (nem na B mantém a actividade que é fundamental para um guarda-redes). É não ver alternativa a qualquer um dos três do meio-campo, e perceber já hoje, que quando qualquer um não está presente o jogo se ressente e muito. É não ver a mais pequena alternativa a Slimani. É perspectivar a equipa sem dois ou três destes cinco ou seis fundamentais e perceber o que essa equipa poderá ser e o potencial que poderá ter. E olhar para trás e ver que os que se contrataram, estão longe, muito longe, quase todos, de poder assumir esse papel.

 

No fundo é perceber que se pode incorrer nos mesmos erros do passado e ter que refazer grande parte da estrutura da equipa, para uma época que, ganhando nesta a Liga ou não, poderá ser importantíssima na re-consolidação desportiva do futebol do Clube, essencialmente com reforços desenquadrados da realidade do Clube, dos sistemas de jogo, etc.

 

Ainda assim, considerando o Mercado, e parafraseando o nosso treinador, "Esta semana nunca mais acaba..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Informação e Propaganda

por Trinco, em 25.01.16

rug.jpg

 

Uma das coisas boas das novas plataformas de comunicação são a rapidez e a transversalidade com que acedemos a informações que noutros tempos nos demoravam por vezes dias. É possível neste momento acompanhar resultados em tempo real de quase todos os desportos de quase todos os países.

 

Essa capacidade é usada para causar proximidade e familiaridade, o tal sentido de pertença, a uma comunidade de interesses idênticos.

 

E é esse o caso do desporto e dos clubes. Ou seria, caso não se optasse por esconder os resultados negativos, dando a conhecer apenas os que nos farão sorrir. E esse é o ponto onde a informação se torna propaganda. É o ponto onde o que pode beliscar a imagem cor-de-rosa (ou verde-clarinho no caso) formada, de clube imparável, onde tudo rola na perfeição e as vitórias e conquistas se sucedem, uma após outra se varre para debaixo do tapete.

 

No site do Clube, mesmo que timidamente e por vezes a destempo isso será menos visível, mas nas novas plataformas de comunicação do Sporting, provavelmente o maior e mais abrangente veiculo de comunicação do Clube, isso acontece. Salvo aqueles resultados em que é impossível deixar de dar conta, é o que acontece!

 

Alguém soube, através do facebook, que perdemos em casa por 28-29 com o Madeira SAD? Ou que em futsal em juvenis, fomos derrotados por 0-7? Ou que a equipa B perdeu 3-0 em Faro? Ou que os Juniores perderam 1-2 com o Belenenses? Ou que, inesperadamente falhámos o titulo no Campeonato Nacional de Estrada por Equipas em Atletismo? Ou que perdemos em Basquetebol na Luz? Ou quando perdemos em Hóquei? Creio que nem o recente desaire em Portimão viu a luz do nosso facebook.

 

Mas seguramente ficámos a saber que ganhámos 5-0 em juvenis. Ou 2-5 em hóquei...Tal como ficamos "entusiasmados" com a inúmera bonecada pseudo-humorística e provocações que povoam a timeline de quem tem um gosto na página.

 

É que se "o Sporting é nosso!", é-o nas vitórias e nas derrotas! Não podemos dizer ganhámos e a seguir perderam referindo-nos à mesma exacta entidade!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52

"Rabo escondido com o rato de fora"

por O 6º Violino, em 22.01.16

rato_escondido_em_tora_98a23b7d6c3646073587a25e6d8

Em mais uma das intermináveis e chatas entrevistas dadas pelo Presidente Azevedo de Carvalho, desta vez na RTP 3, moderado por "um pastel de massa tenra", pouco preparado para perguntas sérias, em vez das habituais "redundâncias", para tentativa de limpeza da face do entrevistado, fiquei a aguardar que o DDT, mas de passagem, desse nomes aos sócios que, em Assembleia Geral, insinuou serem os "coladores de cartazes".

 

Excerto áudio do discurso de Azevedo de Carvalho na AG de 16 de janeiro de 2016

 

Azevedo de Carvalho, para além de não ser homem de olhar nos olhos dos interlocutores, também não o foi para nomear, aqueles que diz ter visto no Campus de Justiça, em Lisboa, como testemunhas de um associado a quem meteu (mais) um processo. 

Falou em "publicitários" (quase todos, disse),"designers", alguns dos quais já tinham passado pelo Sporting, tendo insinuado rasteiramente, que os mesmos estariam ligados aos famosos cartazes afixados em vários pontos da capital. Até falou na relação duma dessas pessoas com um ex-candidato. Podia ter dito o nome, ou não teve coragem (mais uma vez)?

Numa coisa esteve correcto, a "cobardia" continua a existir dentro do Sporting, mas os Sportinguistas não andam todos distraídos, e até serem expurgados (mesmo com décadas de filiação ininterrupta, ao contrário do DDT), não calarão a sua voz, para seu azar e azia. SL

P.S. : Será que o ex-candidato a que se referia não se exprime à primeira?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:54

Largos dias têm 3 anos

por Lizardo, em 22.01.16

bruno-de-carvalho-entrevista.png

 

 

Antigos Presidentes
Antigos Dirigentes
Auditorias
Processos a Sócios
Processos a Atletas e Ex-Atletas
Processos a Ex-Funcionários
Despedimentos
Redes Sociais
Comunicados
Dier
Bruma
Illori
Abel
Equipa B
Obras na Academia
Operação Pavilhão
Inácio
Virgílio
Empresas de Comunicação
Young Network
Oxé Menina
Nelson Almeida
ProEleven
Casa do Marquês
José Eduardo
Marco Silva
Jorge Jesus
Shickabala
Teo
Gauld
Carrillo
Mr. Burns
Sporting TV
Dolbeth
Leaks
Caala
Sobrinho
Ricciardi
Holdimo
Banca
Empréstimos
Hipotécas
VMOC´s
Vmoquistas de Fato de Treino
Nalgas
Vespas
Linhas
NOS
Maurício do Vale
Pedro Marques Lopes
Pontapés no rabo
Cartazes
Rui Barreiro
Vicente Moura
Ciclismo
Hóquei
Andebol
Atletismo
Jornal Sporting
Arko
Galp
Somague
JJ Tomé
Quinta do Patino

Preencham vocês também!  A lista é interminável! E nem 3 anos se passaram. 

SL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:47

Coisas que se vivem hoje...

por Trinco, em 18.01.16

polopokol.com_Panem_et_Circenses_olive_2162.jpg

 

Um curto, pouco exaustivo e não comentado retrato, feito de excertos da realidade que registam o momento que se vive:

 

Azevedo de Carvalho, delegado ao jogo é expulso por insultos a um membro da equipa de arbitragem.

 

Azevedo de Carvalho, Presidente, depois de falar em purgas, numa perigosa deriva autocrática, assume a possibilidade da necessidade de se pensar no perfil de quem pode ser sócio num pressuposto de apartheid leonino.

 

Azevedo de Carvalho, Presidente, assume em AG ter dito ao membro da equipa de arbitragem coisas que nem ao pior inimigo diria a que só não o agrediu por medo que ele gostasse

 

Um sócio relevante, sempre de bem com os vários poderes, propõe um voto de louvor a uma direcção e Azevedo de Carvalho, Presidente, que ainda nem um mandato completaram, no que é votado e aprovado por unanimidade e aclamação.

 

Uma AG tão dramatizada por Azevedo de Carvalho, Presidente, e demais mensageiros, para promover auto de fé, tem 240 sócios a assistir.

 

Soares, Comendador e Presidente da Mesa da Assembleia Geral, também sempre de bem com os vários poderes, afirma ir pedir a exoneração de um conselheiro, informando que segundo os regulamentos do clube, nem sequer é preciso um processo disciplinar para consumar a sua expulsão.

 

A comunicação do Clube omite os resultados negativos varrendo-os para debaixo do tapete. Quem quer siga a plataforma preferencial da nova maneira de ser do Sportinguista sabe que perdemos em casa por 28-29 com o Madeira SAD? Ou que ontem em futsal em juvenis, fomos derrotados na Bobadela por 0-7?

 

Azevedo de Carvalho, Presidente, entretêm-se a publicar bonecada e a falar constantemente do ex-clube do nosso actual (e este actual não está aqui inocentemente) treinador.

 

Azevedo de Carvalho, Presidente, exige união e o despertar unificado.

 

A turba rejubila! E de bola fala apenas das arbitragens...

 

A realidade ultrapassa a ficção.

 

P.S. Azevedo de Carvalho, foi eleito com 53,69% dos votos correspondentes a 59,50% de votantes. Com esta linha de acção terá conquistado ou perdido eleitorado potencial?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47

Pág. 1/3



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Sobre

Sobre o Sporting, com verdade, exigência e espírito critico. Sem reverencias nem paciência para seitas!






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D